Eu já tinha falado sobre isso aqui no Blog, no post Fazer o bem faz bem e também no Instagram @felicidadesobcontrole, mas eu vim aprimorando essa ideia em sugerir ações que nos levam a ter mais Felicidade! E faz todo sentido pra mim, postar cada vez mais sobre esse universo tão incrível e presente na minha vida, que é o Voluntariado.
 
Segundo a Fundação Abrinq, definiu-se o voluntário como ator social e agente de transformação, que presta serviços não remunerados em benefício da comunidade; doando seu tempo e conhecimentos. Mas, para o voluntário, a definição melhor seria: aquele que prática a auto-transformação, aquele que presta um serviço altamente remunerado em benefício de si mesmo, e quem aprende as mais ricas e gratuitas lições, que nenhum professor saberia ensinar.
Veja bem, não estou lhe afirmando que você sentiria-se bem em qualquer tipo de ação social, mas estou lhe garantindo que existe um espaço para você, existe um lugar que é só seu nesse universo de amor e conexão com o próximo. Independentemente de como anda a sua vida emocional hoje, quero que guarde essa informação – existe um lugar que está a sua espera e que ninguém poderá lhe substituir, mesmo você achando que não tenha um perfil de voluntário, ou que você não tem tempo pra isso.
Sabe porque esse lugar tanto lhe espera? Não é porque estão precisando de suas mãos ou braços, de suas palavras ou sorrisos. Esse lugar está lhe esperando porque é você que precisa dele, é você que precisa dessas mãos e desses braços, desses sorrisos e dessas palavras. Guarde bem isso!
 “É uma sensação tão louca, é como se eu tivesse cuidando de mim mesma, é uma entrega e conexão tão grande que o sentimento do ser se confunde… O assistido e quem dá a assistência não se define mais. Me sinto integrada e misturada, recebo mais do que ofereço e sei que eles também. Os assistidos recebem muito e não tem ideia do quanto estão doando. As vezes uma sensação que alguma armadura cai, algo profundo e inconsciente é mexido, não sei… Talvez seja a presença da minha criança interior sendo grata e amando o próximo como a si mesma! É muito louco mesmo… As palavras não conseguem definir a sensação de olhar nos olhos (quase sempre sofridos) e vê saindo lá de dentro a esperança, alegria e fé de dias melhores”.
Aline Pires
(Voluntária e integrante do Grupo Amigos de Bem).
É bem verdade que nos tornamos seres melhores, mais gratos, mais saudáveis, mais conscientes, mais harmoniosos, mais unidos, mais felizes e menos exigentes quando estamos envolvidos numa boa CAUSA.
Eu sei que você tem muito, muito, muito para oferecer e principalmente para receber!
Então, compartilha aqui suas dúvidas, experiências, sugestões, vontades, etc…
Vamos nos unir para inspirar outras pessoas!
Essa é uma SUPER dica de Felicidade!!! Não é mesmo?
Um FORTE abraço,
Andréa Lucena.