Livre, leve e feliz…

E ela entrou no palco como tinha que ser, sendo criança! Sem medo algum, sendo ela, sendo feliz!!!! 😀

Quando escrevi o post Seu filho tem medo de palco? fiquei de passar por aqui, para contar como foi a apresentação de final de ano, dos meus filhos Lara (4) e Arthur (2).  Confesso que dessa vez me preparei para “entrar” em cena pelo menos com um deles, rs… Afinal, foram tantas mudanças emocionais nesse ano de 2018 para todos nós, que tudo bem se um deles dessem um “piti” na coxia e realmente não entrassem no palco, como haviam prometido. rs…

Mas, felizmente para a alegria da família e principalmente da mamãe coach aqui, eles foram incrivelmente felizes e seguros! Surpreenderam em simpatia e desenvoltura na língua inglesa. Cantaram, dançaram e brincaram ao som de Accidentally in love,  My Beloved Monster, entre outras canções do filme Shrek.

Não poderia deixar de registrar aqui, os meus sinceros agradecimentos aos professores e a toda equipe da Escola GreenBook, que fizeram um lindo espetáculo de Natal não só para a platéia que morreu de amores, mas principalmente para os alunos que estavam confiantes e acima de tudo orgulhosos de estarem ali, encantando no palco!

Esse menininho aí da foto é o Arthur, todo alegre e animado com a sua turminha no palco. A mamãe aqui se derreteu toda de orgulho e compreendeu que a sementinha do “importante é ser feliz”,  foi plantada.

Algumas mamães me perguntam sobre algumas técnicas de driblar a ansiedade dos pequenos, para não “travar”, na hora das apresentações. E contribuindo um pouquinho mais do que no texto anterior, Seu filho tem medo de palco? segue algumas atividades simples e funcionais, para ajudar na auto- confiança dos pequenos:

  • Ouvir a música da apresentação em casa com eles e se divertirem com isso;
  • Desenhar, fazer artesanatos em geral sobre o tema da apresentação;
  • Fazer “teatrinhos” em casa para os bonecos e bonecas;
  • Passar confiança e elogiar a coragem e desenvoltura deles;
  • Respeitar a vontade deles acima de tudo, jamais forçá-los a se apresentarem;
  • Nunca ameaçá-los ou chantageá-los para que possam se apresentar;
  • Passar sempre positividade e alegria, principalmente nas vésperas da apresentação;
  • Criar um lema para o evento, o nosso foi “o importante é ser feliz”;
  • Importante se preparar fisicamente no dia anterior, dormir cedo se alimentar bem também;

Bom, as atividades extra curriculares que os nossos filhos fazem, nas escolas ou em outras instituições, oferecem nessas pequenas ou grandes apresentações, oportunidades únicas de “treinarmos” a garra dos nossos pequenos.

E sobre isso, eu falarei no próximo post. Acompanhe aqui semanalmente!!!

Tenham um ótimo final de ano meus queridos!

Beijos

Andréa Lucena